Cascudo - Biblioteca Virtual

Pensamentos
  • Nenhuma ciência possui como o folclore maior espaço de pesquisa e de aproximação humana. Ciência da psicologia coletiva, cultura do geral no homem, da tradição e do milênio na atualidade, do heróico no cotidiano, é uma verdadeira História Normal do Povo.

    (

    Contos Tradicionais do Brasil. Cascudo, Luís da Câmara.Rio de Janeiro: Edições de Ouro, 1967

    ).
  • O sexo pode ser adiado, transferido, sublimado noutras atividades absorventes e compensadoras. O estômago, não. É dominador, imperioso, inadiável. Por isso os alemães dizem que o sexo é fêmea e o estômago é macho.

    (

    História da Alimentação no Brasil. Cascudo, Luís da Câmara. São Paulo: Companhia Editora Nacional, 1967

    ).
  • Sempre fiz um livro pensando no outro, que começaria logo em seguida. Sabe como surgiu o Dicionário do Folclore? Era inicialmente um simples caderninho de notas para facilitar o meu trabalho. Foi crescendo tanto que quando me apercebi já estava com um trabalho pronto.

    (

    Revista “Manchete”,Rio de Janeiro, 1967

    ).
  • Creio na bondade sem a garantia prévia da gratidão. Sem que se assegure da memória devedora. Sem que se estabeleça, pelo ato generoso, uma servidão vitalícia no beneficiado. Bondade paga-se no puro e simples ato de sua realização. Como um fruto justifica a existência útil da árvore. Bondade antevendo a recompensa é apólice de sociedade mutualista rendendo do capital intocável do favor inicial. Os pássaros não são devedores dos frutos e da água da fonte. Eles testificam, perante a natureza, a continuidade da missão cultural.

    (

    O Tempo e Eu. Cascudo, Luís da Câmara. Natal: UFRN/Imprensa Universitária, 1968

    ).
  • Domingo, 21 de abril, 39º aniversário do meu casamento. Ao despertar, a noiva de 1929 desaparecera. Fora assistir à missa na capela do Hospital. De regresso, beijos, abraços, congratulações. Dáhlia declara não estar arrependida e me confesso capaz de reincidência com a mesma vítima.

    (

    Pequeno Manual do Doente Aprendiz. Cascudo, Luís da Câmara. Natal: UFRN/Imprensa Universitária, 1969

    ).
Ludovicus - Instituto Câmara Cascudo

Avenida Câmara Cascudo, 377 - Cidade Alta - Natal/RN

CEP: 59.025-280

(84) 3222-3293    

Visitação

O Instituto está aberto ao público de terça a sexta-feira, das 9h às 17h. A Bilheteria fecha às 16h30.

Preço do Ingresso: R$ 5,00 - Estudantes com carteira pagam meia-entrada.

Escolas da rede pública e projetos sociais são isentos do pagamento.

Professores da escola particular acompanhando grupos de alunos são isentos do pagamento.

O ingresso só pode ser pago em dinheiro, não havendo venda antecipada de ingresso.