Cascudo - Biblioteca Virtual

Pensamentos
  • O livro que mais me agrada entre os meus é Canto de Muro, publicado pela José Olympio em 1959. Nem sequer posso modificá-lo porque parece trabalho mediúnico. É o que mais amo pelo conteúdo de intensa significação moral e pelo esforço em realizá-lo.

    (

    Mensagens de Câmara Cascudo e Cosme Lemos. Coletânea de Thadeu Villar de Lemos. Rio de Janeiro: Editora Pongetti, 1972. Volume I

    ).
  • A biblioteca é a minha Babilônia. E nela todos os volumes me interessam. Cada livro que leio – ou releio – me fascina. Mas a leitura é um hábito. Só a repetição traz o costume, o prazer.

    (

    Citado em O Colecionador de Crepúsculos. Barreto, Anna Maria Cascudo.

    Brasília: Senado Federal, 2003

    ).
  • A cultura popular é básica, de uma sabedoria ilimitada por que vem de uma sedimentação de conhecimentos. Nada tem de escolaridade. É uma mistura de constatações no tempo e no espaço, repetidas oralmente e sempre com uma pitada do sentimento pessoal do momento. Todas as outras culturas são acessórias, ela é a principal.

    (

    Citado em O Colecionador de Crepúsculos. Barreto, Anna Maria Cascudo.

    Brasília: Senado Federal, 2003

    ).
  • Hora de recolher... Ao alvorecer, mandei minhas caravanas na pista da vida. Para o amor, à glória, ao poder, à fortuna, à amizade... Voltam ao anoitecer. Uma perdeu-se no deserto, varrida pelo turbilhão de areia, perseguindo miragens. Outra está vazia. Esta, exausta, nada conquistou. Aquela trouxe alguma esperança. O sol desce no horizonte vermelho. A sombra nos cobre. Tranqüilo, ao pé da tenda, olhando o poente, aguardo o regresso da última caravana.

    (

    Citado em O Colecionador de Crepúsculos. Barreto, Anna Maria Cascudo.

    Brasília: Senado Federal, 2003

    ).
  • Não havendo amor, quase carnal, com a sua especialidade, o professor é um carregador de palavras imóveis e não um piloto de memórias vivas. Aula não é filme, reproduzindo indefinitivamente atos de verismo impecável, mas representação em palco aberto, onde cada exibição é uma atitude responsável e insuscetível de revisão retificadora.

    (

    Citado em O Colecionador de Crepúsculos. Barreto, Anna Maria Cascudo.

    Brasília: Senado Federal, 2003

    ).
Ludovicus - Instituto Câmara Cascudo

Avenida Câmara Cascudo, 377 - Cidade Alta - Natal/RN

CEP: 59.025-280

(84) 3222-3293    

Visitação

O Instituto está aberto ao público de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h. A Bilheteria fecha às 16h30.

Preço do Ingresso: R$ 5,00 - Estudantes com carteira pagam meia-entrada.

Escolas da rede pública e projetos sociais são isentos do pagamento.

Professores da escola particular acompanhando grupos de alunos são isentos do pagamento.

O ingresso só pode ser pago em dinheiro, não havendo venda antecipada de ingresso.