Notícias
Dicionário do folclore brasileiro - 12ª edição - Lançamento
12 de Abril de 2012
  • dicionario

Dicionário do folclore brasileiro - 12ª edição - Lançamento - Conforme a última revista pelo autor em 1979

Impossível não se lembrar de Luís da Câmara Cascudo, quando o assunto é “costumes brasileiros”. Em sua especialidade, ele foi o único estudioso com uma visão verdadeira do nosso folclore, mesmo tendo vivido por quase nove décadas no seu Rio Grande do Norte.

Em 1939, para facilitar suas consultas, Luís da Câmara Cascudo — que além de folclorista era historiador, advogado, etnólogo e professor — começou a organizar um temário sobre o folclore brasileiro. Lendas, mitos, superstições, indumentárias, comidas e bebidas tradicionais, santos favoritos, folcloristas e vinte outros temas foram colocados em ordem alfabética, com as respectivas referências bibliográficas. Com o passar do tempo, amigos e colaboradores do autor forneceram novas informações e verbetes, acrescidos ao material já existente. Sem que Cascudopercebesse, esse trabalho estava se tornando o embrião do que veio a ser o Dicionário do folclore brasileiro.

Em 1954, depois de aproximadamente quinze anos de trabalho incessante, e de inúmeras correspondências trocadas com pesquisadores brasileiros e estrangeiros — numa época em que o fax e a internet não existiam —, o Dicionário do folclore brasileiro teve sua 1ª edição lançada pelo Instituto Nacional do Livro. Reconhecida como uma das principais obras de referência publicada no Brasil, esta é, sem dúvida, uma das mais importantes escritas pelo professor Cascudo, das mais de 150 que escreveu.

Esta 12ª edição que a Global Editora leva às livrarias é basicamente a mesma publicada em 1979, ano no qual o autor acrescentou suas últimas observações ao texto, cuja 1ª edição alcançava 25 anos. Em relação à edição de 1979, foram alteradas apenas a ortografia (conforme o Acordo Ortográfico estabelecido em 1990) e, em comum acordo entre a família Cascudo e a Global Editora, a lista de obras do autor citadas no dicionário.

O Dicionário do folclore brasileiro reflete a tradição do povo brasileiro, recolhida e registrada pelo incansável Câmara Cascudo, sem nenhum julgamento da parte do professor. Ciente de que era o precursor de muitos estudos e obras sobre costumes brasileiros, sabiamente o autor cunhou a seguinte frase: “os defeitos que minha obra tiver serão aqueles comuns a quem abriu uma picada no mato, os defeitos de quem foi o pioneiro”.

Fonte: www.globaleditora.com.br – Assessoria de Imprensa: guilherme@globaleditora.com.br

Título: DICIONÁRIO DO FOLCLORE BRASILEIRO
Autor: LUÍS DA CÂMARA CASCUDO
Edições: 1ª - 1954 / 12ª - 2012
Páginas: 776
Preços: R$ 98,00
Público-alvo: Publico em geral, sobretudo pesquisadores e interessados em cultura e costumes brasileiros.

 

Ludovicus - Instituto Câmara Cascudo

Avenida Câmara Cascudo, 377 - Cidade Alta - Natal/RN

CEP: 59.025-280

(84) 3222-3293    

Whatsapp: (84) 98827-3866    

Visitação

O Instituto está aberto ao público, a partir de 28/06/2021, de segunda a sexta-feira, das 12h às 17h.

Preço do Ingresso: R$ 10,00 (Inteira) e R$ 5,00 (Meia).

Toda visita necessita de agendamento prévio através do nosso WhatsApp.

O ingresso deve ser pago preferencialmente por meio eletrônico (transferência bancária ou PIX).

Visitantes com mais de 60 anos e menos de 7 anos são isentos do pagamento de ingresso.