Notícias
SOCIEDADE BRASILEIRA DE FOLCLORE: 78 ANOS DE FUNDAÇÃO E NOVA PESQUISA SOBRE O TEMA
30 de Abril de 2019

No dia 30 de abril de 2019, a Sociedade Brasileira de Folclore completa 78 anos de sua fundação (30/04/1941). A instituição, fundada de forma pioneira por Câmara Cascudo, foi a primeira do gênero no país, tendo sede na sua residência em Natal/RN. O seu grande objetivo foi a realização de atividades em defesa do folclore de Natal e do Nordeste. Estabeleceu um importante intercâmbio internacional com diversos pesquisadores da área tais como Stith Thompson e Archer Taylor (Estados Unidos), Duilearga (Irlanda), von Sydow (Suécia), Schmidt (Suíça), Castillo de Lucas (Espanha), entre outros que eram correspondentes constantes da sociedade.

Semana passada, o Prof. Dr. Francisco Firmino Sales Neto (Universidade Federal de Campina Grande), apresentou pesquisa sobre a Sociedade Brasileira de Folclore  no workshop Brazilian Regionalism in a Global Context, nos Estados Unidos, University of Illinois (em Champaign). O papper apresentado será publicado em Illinois com o título: “Brazilian Regionalism in a Universal Master Plan: The Brazilian Society of Folklore and the Internationalization of Folkloric Studies in Brazil in the Middle of the 20th Century”.

Sales Neto é licenciado e bacharel em História pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (2006). Mestre em História e Espaços também pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (2009). Doutor em História Social pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2013). Desenvolve Estágio Pós-doutoral junto a Cátedra Internacional José Saramago, da Universidade Vigo, em Espanha, sob a supervisão do Professor Carlos Nogueira. Atualmente, é Professor Adjunto III na Universidade Federal de Campina Grande (Centro de Formação de Professores, Cajazeiras - Paraíba). É também professor colaborador do Programa de Pós-graduação em História e Espaços, da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (Natal), atuando nas linhas de pesquisa Espaços de Memória, Cultura Material & Usos Públicos do Passado; e Linguagens, Identidades & Espacialidades. Tem experiência na área de História, memória e historiografia, com ênfase em regionalismo literário; espaços de memórias; biografia histórica; arquivos; museus; escritas de si; patrimônio histórico-cultural; folclore e cultura popular; e identidades culturais. Desenvolve pesquisa sobre a trajetória dos estudos folclóricos no Brasil a partir do processo que institucionalizou o folclore como política cultural e, paralelamente, o marginalizou do saber acadêmico (Informações coletadas do Lattes em 05/04/2019).

https://lemann.illinois.edu/brazilian-regionalism-in-global-context/

 

Ludovicus - Instituto Câmara Cascudo

Avenida Câmara Cascudo, 377 - Cidade Alta - Natal/RN

CEP: 59.025-280

(84) 3222-3293    

Whatsapp: (84) 98827-3866    

Visitação

O Instituto está aberto ao público de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h. A Bilheteria fecha às 16h30.

Preço do Ingresso: R$ 5,00 - Estudantes com carteira pagam meia-entrada.

Escolas da rede pública e projetos sociais são isentos do pagamento.

Professores da escola particular acompanhando grupos de alunos são isentos do pagamento.

O ingresso só pode ser pago em dinheiro, não havendo venda antecipada de ingresso.