Notícias
Vereadores de Natal homenageiam Câmara Cascudo
19 de Agosto de 2011
  • Not - 01
  • noticia - 01_02

Da redação do DIARIODENATAL.COM.BR
 
Na noite dessa quinta-feira (4), após o lançamento do programa Câmara Cultural, o legislativo natalense homenageou os 25 anos de falecimento do folclorista e historiador potiguar Luís da Câmara Cascudo. A solenidade encerrou a programação do Câmara nos Bairros, realizado durante esta semana na zona Norte.

O tributo contou com a presença de representantes da cultura local. No palco a presidente do Instituto Luduvicus e filha do homenageado, Ana Maria Cascudo, o presidente da Câmara Municipal, vereador Edivan Martins, o presidente da Academia Norte-rio-grandense de Letras, Diógenes da Cunha Lima, e a vice-presidente da Fundação Cultural Capitania das Artes (Funcarte) e neta de Cascudo, Camila Barreto Cascudo.

Em seu discurso, o vereador Edivan Martins lembrou da biografia do homenageado. “Câmara Cascudo é especial. Um gênio. Um homem que foi batizado por padre João Maria, o santo de Natal. O homem que teve o privilégio de sentar no colo de Auta de Souza e teve a oportunidade de absorver os fluídos da literatura direto da fonte. Um homem que foi palhaço, poeta, folclorista e escritor”, declarou o presidente da CMN.

Durante a sessão solene houve uma interação com o grupo folclórico Folia de Rua, que se apresentou na frente do palco para mostrar as representações folclóricas registradas por Câmara Cascudo em suas obras. Em seguida, o presidente da Câmara Municipal entregou um diploma da homenagem in memorian a filha de Cascudo.

Ana Maria agradeceu a homenagem e frisou que Luís da Câmara Cascudo permanece vivo. “Acabei de regressar da cidade de Olímpia, a cidade do folclore. Vendo quarto mil pessoas de lugares diferentes do Brasil fazendo aquilo que um homem potiguar valorizou: a arte, a cultura, a gastronomia, a história. Eu não estudei nada do folclore, aprendi no colo de papai, com aquela voz monótona que me dava sono. Fui testemunha de sua obra e de sua vida. Cascudo não morreu, ele está mais vivo do que nunca”, disse a filha.

Também participaram da sessão solene os vereadores George Câmara (PCdoB), Ney Lopes Jr. (DEM), Chagas Catarino (PP), Júlia Arruda (PSB) e Assis Oliveira (PR).

Era 30 de julho de 1986, quando o pesquisador, jornalista, historiador, folclorista, professor, antropólogo Luís da Câmara Cascudo foi para o seu encantamento – como ele, assim, chamava a morte.

Ludovicus - Instituto Câmara Cascudo

Avenida Câmara Cascudo, 377 - Cidade Alta - Natal/RN

CEP: 59.025-280

(84) 3222-3293    

Whatsapp: (84) 98827-3866    

Visitação

O Instituto está aberto ao público, a partir de 11/01/2021, de segunda a sexta-feira, das 12h às 17h.

Preço do Ingresso: R$ 10,00 (Inteira) e R$ 5,00 (Meia).

Toda visita necessita de agendamento prévio através do nosso telefone ou WhatsApp.

O ingresso deve ser pago preferencialmente por meio eletrônico (transferência bancária ou PIX).

Visitantes com mais de 60 anos e menos de 7 anos são isentos do pagamento de ingresso.